Loading...

Oh Blanca,

teu coração é tão sensível, mesmo que tenhas no rosto essa braveza toda. Teu sorriso é tão lindo, mesmo que por dentro esteja passando por tempestade que todos desconhecem. 

Teus braços são tão aconchegantes, sabes que adoro eles, adoro sentir seu coração batendo tão pertinho ao meu. Eu só queria que todos os garotos valorizassem esse teu gesto tão cheio de benevolência e ternura. Se eu como irmã tenho um grande apreço, imagino aquele que realmente conquistar seu coração e saber cuidá-lo.

Então não se chateie, a hora chegará. É como você sempre me diz, há tempo para tudo. Só prometa-me que não vais perder toda essa sua afabilidade como as folhas que caem no outono, mas que vai estar sempre florescendo mesmo que não seja primavera. 

Blanca, tudo o que parou por ti e passou, simplesmente passou. Não valeu uma gotícula sua, então só olhe para frente e lembre que eu sempre estarei em todo canto para te confortar.

Joaquina O’Hara

Hey Johann Apolo,

e se eu chegar até a sua pessoa dizendo que sinto sua falta? Vai me chamar de insana? Porque eu realmente acho que minhas ideias não batem bem, mas é que contigo eu sabia como tudo seria. Éramos constantes, sem promessas e palavras que pudessem nos fazer cair em sentimentalismo. 

Ainda bem que sabes a diferença entre sentir falta e sentir saudades. És tão inteligente, de todas as formas, até me admiro. 

Ainda bem que deixamos bem claro o que queríamos e no que poderíamos chegar ou não. Ainda bem que eu tive você. Ainda bem te queria por alguns momentos, só pra eu esquecer de tudo, só para me tirar da realidade enquanto ficamos entre aquelas paredes aconchegantes ao som de seus blues.

Joaquina O’Hara

Meu amor, você não amarrou somente o cadarço do meu mocassim naquele dia. Amarrou-te em mim.

Joaquina O’Hara

O rolo do enrolo dessa enrolação desenrolada

Era um rolo que estava rolando, até que desenrolou ao ponto de enrolar até não saber se haveria o que enrolar.

Ah, era tanto rolo que pensei que seria enrolado para desenrolar e é exatamente o que está ocorrendo. Aliás, ando até enrolando para conseguir rolar esse rolo outra vez para não desenrolar tão cedo, ou até desenrolá-lo por inteiro para não ter mais o que ser enrolado.

E talvez,  eu esteja aqui procurando a ponta do rolo pra ver ser me desenrolo de vez desse enrolo que já não sei se rola, enrola ou desenrola. 

Enrolei meu cérebro chegando ao ponto de não saber nem mais de que enrolações ando enrolando em letras que parecem formar um rolo na minha cabeça e alguns efeitos enrolados n’alma. 

Joaquina O’Hara

Suas saudades são tão rasas que já não me afogam mais. São tão frágeis que não me doem os ossos. Suas saudades medem esforços, só te movem os dedos para escrever “saudades”, mas não te movem as pernas.

O que andas fazendo? Aumentando e acumulando essa tal de saudades? Ou apenas querendo fazer com que eu me iluda? Porque eu já não me deixo ser iludida. De você, eu só creio vendo. 

Eu não queria que assim fosse, mas é assim que deve ser mesmo. Devo preservar o pouco de sanidade que ainda tenho em mim. 

Então, não me venha com buquê de saudades, porque eu não gosto de flores cortadas em seus caules e principalmente de saudades. Não me venha se é para dizer sempre as mesmas coisas e não fazer nada.

Joaquina O’Hara